Este slideshow necessita de JavaScript.

Alfredo Jaar busca aumentar nossa consciência sobre questões geo-políticas, muitas vezes esquecidas ou suprimidas, sem renunciar ao poder formal e estético da arte. Em Outros pensam, dá publicidade a um texto inédito de John Cage sobre as relações de poder entre as Américas.

Alfredo Jaar [Santiago do Chile, 1956] vive e trabalha em Nova York. Representado pelas galerias Goodman,Kamel Mennour, Kenji Taki, Lelong, Lia Rumma, Luisa Strina, Thomas Schulte. Individuais recentes: Shadows, Carpintarias de São Lázaro [Lisboa, 2017]; A política das imagens, Luisa Strina [São Paulo, 2017]. Participou da: La Biennale di Venezia [1986, 2007, 2009, 2013]; Bienal de São Paulo [1987, 1989, 2010]; Documenta, Kassel [1987, 2002].

***

Outros pensam | Otros piensan [Other People Think] é um projeto de Alfredo Jaar em homenagem a John Cage.
A obra, criada por ocasião do centenário de Cage em 2012, foi traduzida pela primeira vez para as línguas portuguesa e espanhola. O livro apresenta o mais antigo dos textos extensos de Cage.
Escrito em 1927, quando Cage tinha apenas 15 anos, Outros pensam é um ensaio que traz uma análise portentosa das relações entre a América do Norte e a América do Sul. Pode-se ler uma crítica que continua a ter incrível ressonância e relevância para a cultura e a política contemporânea.
Jaar trabalha, pois, com os desequilíbrios dessa relação historicamente estagnada ao retomar esse texto intrigante para o público de hoje, em especial para os latino-americanos, por meio da edição bilingue lançada pela Ikrek Edições, com tradução de Lucrecia Zappi.

 

Outros pensam

Alfredo Jaar

2015

ISBN 9788567769134
40 páginas
18 x 18 cm
Português/Espanhol
1000 exemplares
R$ 60,00