Dossiê Cruzeiro do Sul / Southern Cross Dossier

Lais Myrrha

2017

Isbn 9788567769097
24 páginas
14 x 21 cm
Português/ inglês
100 exemplares numerados e assinados pela artista

Lais Myrrha

Belo Horizonte, mg, 1974.
Vive e trabalha em São Paulo.
Representada pela galeriaAthena Contemporânea.
Individuais recentes: Corpo de prova, Sesc [São Paulo, 2017]; O instante interminável, Jaqueline Martins [São Paulo, 2015]; Projeto Gameleira 1971, Pivô [São Paulo, 2014]. Participou da/ participated in: Bienal de São Paulo [2016]; Bienal do Mercosul [2011]. 

Lais investiga áreas de instabilidade, e cria situações onde o familiar se torna estranho. É recorrente em seu trabalho o uso de mapas, a astronomia e a astrologia. No livro, a artista revela que Cruzeiro do Sul está invertido na Bandeira do Brasil.

Leia mais

Em Dossiê Cruzeiro Sul, Lais Myrrha inicia sua narrativa a partir Idade do Bronze [3.000 anos antes de Cristo], com as disputas de poder no plano politico. Utiliza a data para registrar a possibilidade de se ver, à época, a constelação Cruzeiro do Sul desde o hemisfério Norte.

Passa então a descrever a constelação, tanto seus aspectos físicos, quanto políticos, já que é um dos principais símbolos da nação brasileira. No entanto, revela que o Cruzeiro do Sul está invertido na bandeira nacional, em relação a como é visto da Terra. Passa a descrever as estrelas da constelação a partir de elementos políticos, registrando a situação pela qual passa o país.

O livro contém uma lâmina perfurada com a representação do Cruzeiro do Sul, inserida no centro do livro. Ao ler o trecho em que a artista conta sobre a inversão, o leitor é obrigado a virar a lâmina, modificando a maneira como enxerga a constelação. Laís enumera e assina cada um dos 100 exemplares.

Lais Myrrha

Belo Horizonte, mg, 1974.
Lives and works in São Paulo.
Represented by the gallery Athena Contemporânea.
Latest solo shows: Corpo de prova, Sesc [São Paulo, 2017]; O instante interminável, Jaqueline Martins [São Paulo, 2015]; Projeto Gameleira 1971, Pivô [São Paulo, 2014]. Participou da/ participated in: Bienal de São Paulo [2016]; Bienal do Mercosul [2011].

Lais investigates instability areas and creates situations in which what used to be considered familiar suddenly becomes strange. The use of maps, astronomy and astrology is a recurring characteristic of her work. The artist makes the revelation in the book of an unknown fact: the Southern Cross is in an inverted position in the Brazilian flag.

 

Read More

FEIRAS

A Ikrek Edições participa das feiras:
SP-Arte
Tijuana São Paulo
Tijuana Rio de Janeiro
Plana São Paulo

CONTATO

contato@ikrek.com.br
+55 11 96085 2180
Largo do Paissandú, 72, sala 509
Centro, São Paulo, SP
CEP 01034-010